Home > EXPLORE > Relacionamento > Relacionamento a distância, pode dar certo?

Relacionamento a distância, pode dar certo?

Quando nos referimos a “namoro à distância”, queremos dizer distância mesmo. Bairros ou até mesmo na cidade vizinha há poucos minutos não conta. Se todo relacionamento por vida já é bastante complicado, vamos imaginar se relacionar com uma pessoa que não está presente fisicamente perto de você. Nesse tipo de relacionamento, tudo pode acontecer como os ciúmes que estão a todos os momentos, a saudade, os bate-bocas, diante de tudo isso se gera pelo simples fato de não ter a pessoa ali sempre por perto.

No começo você acha que vai ser simples, embora, você não via a sua ex diariamente e não morria por isso. Mas bem como percebemos que você não vai poder ver o outro nem se você quiser, aí é a questão. Todos os dias surgem compromissos para você ir, e ir com seu parceiro (a), como aniversário, batizado, churrasco, cinema, teatro ou jantar, isso deixa de acontecer uma ou duas vezes por ano. No princípio é legal, dá saudade, mas em seguida fica difícil não poder contar com a pessoa que você ama do seu lado quando você quiser e precisar.

Notícia que melhora o relacionamento, é que podemos contar com a presença de alguns recursos que diminuem a saudade como, internet, SMS, telefone (caso não seja muito caro), é uma maneira de pelo menos diminuir a distância e ter a pessoa um pouco mais dentro da sua vida.  Namorar alguém a distancia, vai fazer com que você conheça seu verdadeiro ‘eu’, e se você não for ciumento, vai ficar. Se é um pouco, vai piorar. E se for bastante ciumento, melhor não entrar nessa, ou o relacionamento não vai durar.

Para o seu namoro não se transformar em um inferno, tente se conter. Tente se aproximar as pessoas que a cercam. Quando ela sair, se distraia: jogue videogame, trabalhe, saia também, dê seu jeito. Ou então passe a noite aqui no blog lendo, você não vai se arrepender.

Uma dica é que se deve evitar de alguma maneira é provocar ciúmes de propósito. Não piore uma coisa que já é difícil. Faça o máximo para tentar diminuir os ciúmes do próximo. E os seus, lógico.

Insegurança esse é um ponto importante para o assunto. O perigo aqui é se tornar paranoico com a fantasia de que a qualquer momento o outro vai se relacionar com alguém que esteja por perto. Isso pode acontecer? Sim, como poderia acontecer se morasse na casa do lado da sua. Poder acontecer com qualquer pessoa, em qualquer local, mas você não precisa ficar pensando nisso o tempo todo.

A solução nesse caso é, para sua insegurança, relaxar. Se tiver que acontecer, vai acontecer. Tente fazer com o que o pouco tempo que vocês passam juntos seja prazeroso, e tente minimizar as brigas e discussões bobas. E claro, torcer pra que ela seja madura o suficiente pra perceber que vocês se amam e que vai valer a pena depois segurar as pontas agora.

Um casal, da cidade de João Pessoa, é a prova de que um relacionamento a distancia, pode dar certo sim. Kleber Augusto de 33 anos e Maria Victória de 28, estão casados a mais de 3 anos, e além de manterem um relacionamento a distancia, eles se conheceram em um aeroporto, com destinos iguais, partindo dali não só para uma viagem a trabalho, e sim uma viagem para o futuro. Atualmente Maria Victória mora na cidade do Rio de Janeiro e Kleber Augusto, em Salvador. Toda essa distancia é devido ao trabalho, e que para eles o amor de um pelo outro vence todos os obstáculos encontrados e contam os dias para se encontrarem cerca de cada  dois meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *