Home > Desiquinha > Fome pra quê te quero?

Fome pra quê te quero?

  Eu sempre tive uma relação complicada com a comida. Mainha disse que quando eu era bebê só parava de chorar depois da TERCEIRA mamadeira ( assim não tinha como ser magra, né, mainha? Não me derruba!). Quando fui crescendo relacionava a comida a bons momentos. Meu pai cozinha muito bem e estar com ele sempre tinha um gostinho de carboidrato. Sempre tinha um biscoito Bono, cachorro quente, refrigerante… Mainha sempre reclamava porque eu já tava gordinha demais, mas ele dizia que era besteira.

  Quando eu tinha uns 10 anos de idade, lembro que mainha me levou à nutricionista. Ela disse que quando eu menstruasse iria emagrecer [ menstruo todos os meses e nadica de perder peso]. Comer pra mim é como um vício… Sabe tomar café da manhã já pensando no almoço e sempre com um espacinho pra um doce? Essa sou eu, até hoje! E tô numa luta grande. Sempre que fico ansiosa, sinto ainda mais vontade de comer. E isso conta com feijão e farinha à noite. Não é fácil lidar com a compulsão, mas é necessário. Acho que a dificuldade faz parte do sabor da conquista. Tô escrevendo aqui com muita vontade de comer. Mas já comi. Vou beber água e dormir. Água é essencial no processo de emagrecimento. Bebamos. Emagreçamos. Com consciência e sabedoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *