Home > Conta Certa > Planejando seus investimentos

Planejando seus investimentos

No último dia 06/11, dei uma palestra sobre planejamento de investimentos. Ontem, recebi algumas anotações do que eu disse feitas por uma das participantes e que resumem bem a mensagem que quis passar. Por isso, transcrevo aqui.

– Não se investe sem objetivos. Investir sem objetivos é um tiro no escuro.

– Rentabilidade é quanto minha carteira vai render. Queremos ganhar o máximo possível, desde que respeitando uma tolerância a risco e a exigência de liquidez.

– Não dá para ter rentabilidade máxima e risco mínimo, sem abrir mão da liquidez.

– Parte da carteira é para reservas de emergência.

– Além do tripé rentabilidade, risco e liquidez, é preciso que a carteira de investimento me leva aos meus objetivos.

– Nem sempre o planejado vai acontecer. Na verdade, quase nunca. Mas é bom planejar para se ter uma norte, uma conta feira, mesmo que eu vá flexibilizando e ajustando os planos ao longo do caminho.

– Para traçar os planos, é preciso fazer um levantamento da sua situação financeira atual: quanto ganha, quanto gasta, de onde vem o dinheiro, para onde vai o dinheiro, quanto temos, quanto devemos, quanto temos investido, quanto podemos investir todo mês, pago INSS ou outra previdência pública, tenho seguros (saúde, vida, carro).

– O primeiro objetivo é sempre recuperar o padrão de vida, caso você esteja endividado. Só depois disso, podemos pensar em manter o padrão de vida.

– Ficamos rico com o que aplicamos todo mês e não com o que já está aplicado.

Sobre essa última anotação, segue um exemplo para atestar:

Um saldo atual de R$200 mil aplicado a uma taxa real de 0,3% ao mês por 20 anos gera um valor futuro de aproximadamente R$410 mil. Usar taxa real significa que, daqui a 20 anos, você terá um valor futuro com poder de compra igual a R$410 mil hoje.

Aplicações mensais de R$2.000,00 a partir de hoje à mesma taxa real, pelo mesmo prazo, vão gerar um valor futuro de pouco mais de R$700 mil (em poder de compra atual).

Assim sendo, pense bem. Não precisa ter muito para enriquecer, é preciso ter disciplina e constância.

Um abraço

Rodrigo Leone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *